CULTO DE REDEDICAÇÃO DE VOTOS – 12/06/2011

O clima ainda era romântico no culto da noite do dia 12.

Que cada casal possa continuamente lembrar e renovar seus votos matrimoniais:

MARIDOS – Querida esposa, ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos e não te amasse, seria como o metal de soa ou como o sino que tine.

ESPOSAS – Querido esposo, ainda que eu tivesse o dom da profecia e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que eu tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não te amasse, nada seria

MARIDO – Amo-te… não só pelo que és, mas pelo que eu sou quando ao teu lado.

ESPOSAS – Amo-te… porque não criticas em mim as fracas coisinhas que não podes deixar de observar, mas porque trazes à luz do dia todas as belezas escondidas que poucas pessoas sabem valorizar.

MARIDOS – Amo-te porque me ajudas a construir da madeira da minha vida, não uma taberna, mas um templo.

ESPOSAS – Amo-te… porque tens conseguido tornar-me feliz.

MARIDOS – Tudo isto tens feito e conseguido simplesmente porque me amas também.

ESPOSAS – Porque eu te amo, estou disposta a estar ao seu lado; não vou ter inveja, nem ser ciumenta, nem tratar-te levianamente ou com orgulho.

MARIDOS – Serei sempre leal a ti, custe o que custar. Sempre acreditarei em ti e esperarei o melhor.

JUNTOS – Com a ajuda de Deus procuraremos viver cheios de amor, fé e esperança. Mas, sobretudo com amor.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

O que achou? Conta pra gente...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s