BODAS DE QUÊ ?

Por: Gilson Bifano

Recentemente a imprensa noticiou algo difícil de acontecer: um casal britânico, Percy e Florense, estava completando 80 anos de casamento.
Quando um casal completa 25 anos, está comemorando Bodas de Prata. Quando chega aos 50, todos sabem que são Bodas de Ouro. E quando completa 80 anos?
Procurei pesquisar na internet e achei a resposta: Bodas de Carvalho. Logo pensei: “Por que o carvalho?”.
Procurei conhecer um pouco mais as características dessa árvore.
Fiquei sabendo que o carvalho é comum no Canadá e nos Estados Unidos. É uma das árvores mais valiosas que existe tanto pela beleza quanto pelo valor comercial. De sua casca extraí-se uma resina, o storax, de alto preço no mercado farmacêutico.
Suas folhas ficam amarelas e vermelhas em abril. Em junho, elas caem e em setembro voltam a brotar.
Aprendi também que se trata de uma árvore muito resistente a fungos.
Num site sobre botânica, fiquei sabendo que o carvalho é a árvore que mais resiste às tempestades. Quanto mais temporais e tempestades o carvalho enfrenta, mais forte ele fica. Uma tempestade, para essa árvore, é pretexto para torná-la mais robusta e suas raízes ficarem mais arraigadas ao solo. Cada tempestade para um carvalho é mais um desafio a ser vencido e não uma ameaça!
Perguntado sobre o segredo de chegar aos 80 anos, Percy e Florense, deram uma receita fácil, mas que muitas vezes esquecemos no dia-a-dia da vida conjugal: não esticar uma discussão, beijar-se com freqüência e dar as mãos para ir para a cama. Não falaram em dinheiro, em viagens constantes ou em bens materiais. Por isso, estão no livro dos recordes e comemoraram Bodas de Carvalho.
Mas do carvalho, podemos extrair algumas lições para os casais que desejam chegar lá.
A primeira delas, na minha ótica, é o poder renovador da árvore. Se queremos construir um casamento duradouro é preciso saber se renovar, de criar. O que mata um casamento é a rotina. É não pensar coisas novas para alegrar o outro, para tornar o casamento dinâmico e criativo.
A segunda: se queremos comemorar Bodas de Carvalho é preciso tornar o nosso casamento resistente aos “fungos” invisíveis que podem se instalar na relação. São aquelas indelicadezas, aquelas palavrinhas que ferem, são aquelas atitudes imaturas que vão matando, ao longo dos anos, a vida conjugal e tirando dela toda a beleza.
Acho também que para termos um casamento duradouro é preciso saber lidar com as tempestades que se abatem sobre ele. Ao longo da vida conjugal, tempestades como do desemprego, de uma crise financeira, de uma enfermidade, com certeza farão parte da história. Mas, como um carvalho, devemos aproveitar os momentos difíceis para fortalecer ainda mais o matrimônio.
Percy e Florence, certamente tiveram motivos, ao longo desses 80 anos, de se separarem. Mas, com sabedoria comemoraram Bodas de Carvalho. Por que é tão difícil, muitas vezes, cultivar hábitos e atitudes que podem fazer de nosso casamento uma relação renovadora, resistente aos “fungos” e firmes mesmo diante das tempestades? O segredo, talvez, é olhar para Percy, Florence e também para os carvalhos.

Fonte: www.clickfamilia.org.br

Anúncios

Uma resposta em “BODAS DE QUÊ ?

  1. Como diz a Bíblia, que somos como árvores plantada a beira do ribeiro e daremos frutos na estação própria.

O que achou? Conta pra gente...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s