ONDE ESTÁ O SEU CORAÇÃO?

“Porque onde está o teu tesouro, aí estará o teu coração.” – Mateus 6.21

Recordo-me que, na minha in­fância, mamãe tinha uma caixa de interior aveludado para guardar suas jóias, Nunca fomos ricos, mas minha mãe tinha lá suas jóias ad­quiridas ao longo dos anos. Eram brincos e cordões de ouro, alguns colares de pérolas, pulseiras que ela guardava com cuidado naque­la caixinha que, vez ou outra, eu e minhas irmãs abríamos extasiadas pela beleza daqueles ornamentos.

Aquela caixinha era o depósito do pequeno tesouro da minha mãe. Em algumas ocasiões, aquelas jóias foram penhoradas para suprir necessidades, inclusive de parentes nossos. Numa dessas vezes, alguém a quem minha mãe havia emprestado as jóias para penhora perdeu a cautela e as jóias não puderam ser resgatadas.

Mamãe ficou desolada, mas, feliz­mente, ela sabia que o seu maior te­souro não estava garantido naquela caixinha. O seu coração não estava comprometido com coisas materiais. Após um tempo, perdoou o deslize daquela pessoa e esqueceu o assunto.

Quando me recordo deste fato, penso que, muitas vezes, conside­ramos algumas coisas muito im­portantes, mas não demonstramos ser isto verdade. Mamãe realmen­te gostava daquelas jóias, mas não com o mesmo ardor que gostava da pessoa que as perdeu.

Num mundo em que as coisas são mais valorizadas do que as pessoas, invertemos o que é saudável, gastamos muito tempo com coisas, dizendo que damos prioridade às pessoas quando isso não é verdade.

Conseguimos prestar culto sem pensar em Deus porque nosso co­ração está longe e estamos preocu­pados mais em observar a ordem do culto do que o Deus que está sendo cultuado.

Ficamos em casa e ouvimos nos­sos filhos com impaciência porque nossa mente vagueia em questões pessoais.

Travamos diálogos monossilábi­cos com nosso cônjuge porque a ansiedade em atender nossos capri­chos nos impede de olhar nos olhos dele e escutá-lo.

Nosso coração anda distante das verdadeiras jóias.

Cantamos mecanicamente, abra­çamos mecanicamente, cumprimen­tamos mecanicamente, e nosso cora­ção, em algum lugar, vagueia procu­rando tesouros longe de nós mesmos.

Você considera que Deus é seu tesouro? Então invista mais tempo na presença dEle.

Você considera seu cônjuge um tesouro? Então demonstre no rela­cionamento com ele.

Você considera seus filhos tesou­ros? Então lhes dê a atenção devida.

Sejamos sinceros e responda­mos não com os nossos lábios, mas com o coração: onde está o nosso tesouro?

Quando descobri-lo, questione-se se é algo em que vale a pena investir.

Trabalho, dinheiro, sucesso e apa­rência não podem ser seu tesouro. Investigue seu coração e descubra.

Onde está o seu tesouro? Onde está o seu coração?

Quando Adão e Eva desobedece­ram a Deus, se esconderam dele, mas será que alguém é capaz de se escon­der de Deus? É claro que não! Deus sabia onde eles estavam. Os corações deles é que estavam longe de Deus.

O salmista nos ensina: “Escondi a Tua palavra no meu coração para eu não pecar contra Ti”.

Em Deuteronômio há o manda­mento: ”Amarás o Senhor teu Deus de todo o coração, de toda a tua alma, de todo o vosso entendimento”.

Quando amamos a Deus de todo o coração, quando nosso coração está nEle, é fácil amar os filhos e tê-los como tesouro, é fácil amar o cônjuge e tê-lo como um tesouro.

Tudo começa com o amar a Deus sobre todas as coisas.

Onde está o seu pensamento? Onde você gasta suas energias?

Quando você conseguir respon­der a estas perguntas de forma ho­nesta, saberá onde estão o seu te­souro e o seu coração.

Dra. Miria Ribeiro Neto da Silva.

Psicóloga e terapeuta de família (formada em terapia de família pela PUe-Rio), autora dos livros: Mulheres tem medo de que? e Retratos de Família, ambos pela MK editora, atua na área clínica, e é membro da Igreja Batista do Rio da Prata.

Fonte: Revista Visão Missionária. Ano 88, Nº 4 – 4T10

Anúncios

O que achou? Conta pra gente...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s