1º Mandamento do Casamento – Ame seu cônjuge

“Maridos, amai vossa mulher, como Cristo amou a igreja e a si mesmo se  entregou por ela…” (Ef. 5.25)

“A fim de instruírem as jovens recém-casadas a amarem ao marido…” (Tt. 2.4)

O texto que encabeça esse primeiro mandamento para o casamento (Ef. 5.25), tem a ver com a base de todos os outros nove mandamentos. Amor é a palavra mais importante de toda a Bíblia.

As bases do verdadeiro amor

O marido está obrigado pela força da lei divina a amar sua esposa. Isso quer dizer que seu objetivo não é primeiro a sua satisfação, antes, o seu compromisso está em fazê-la feliz.

(…)

No relacionamento conjugal, familiar, amar é muito mais do que querer bem, gostar, ou qualquer tipo de paixão, física ou platônica, mas é um sentimento que envolve todo o ser, é responsável, inteligente, de compromisso, desinteressado, puro e que vai até o sacrifício.

A submissão como forma de amor

O segundo texto que encabeça este mandamento (Tt 2.4), fala do aprendizado que as mulheres mais jovens deveriam receber das mais velhas. Aprender a amar o marido e filhos está em foco. Então, em certo sentido, o amor da esposa é um mandamento subjetivo, indireto. Pois seu amor se manifesta pela obediência voluntaria, ou da submissão espontânea à liderança de seu companheiro.

(…)

A mulher que ama a seu marido se submete automaticamente. A sujeição é a forma ideal dela expressar amor. É também o reconhecimento e a obediência de seu papel como auxiliadora idônea e espiritual. (…)

Ser submissa é estar disposta a seguir na mesma direção, é respeitar a liderança do marido mesmo que ele tenha temperamento extremamente calmo, que demora em tomar atitudes ou decisões. Neste caso, a mulher amorosa não assume a liderança do lar, que é função do marido, ou seja, não o anula, antes o auxilia nessa importante tarefa, e exerce o seu papel de ‘pescoço’ para dar sustentação à cabeça.

(…) Mas, quando investigamos a palavra etimologicamente, descobrimos que submissão é a união de duas palavras sub + missão, e que o prefixo “sub” significa “debaixo de”. (…) Portanto, a sub+missão está ligada a tudo que uma prudente esposa pode fazer para ajudar, auxiliar seu marido no cumprimento da sua “missão” de construir a família. Essa não foi uma das razões de sua criação? Deus formou uma mulher idônea, apta, capaz, à altura do homem, e para que esta tivesse toda condição para auxiliá-lo (Gn 2.18). Toda mulher que se posiciona como um “sustentáculo” ou coluna do marido, que o apoia, aconselha, ajuda nas suas decisões está sendo submissa, e, por conseguinte, amando-o na excelência da palavra.

Fonte: partes extraídas do Livro: Os 10 Mandamentos do Casamento. Walter Bastos. São Paulo: Naós, 2004.

Anúncios

O que achou? Conta pra gente...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s