PRIORIDADES

prioridades-casaisibigv2014

“Respondeu o Senhor: Marta! Marta! Você está preocupada e inquieta com muitas coisas; todavia apenas uma é necessária. Maria escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada.” (Lucas 10.41-42)

Como conciliar trabalho e família? Muitos têm tido sérios problemas para conseguir conciliar, harmoniosamente, essas duas importantes áreas. A revista “Você S/A”, de agosto de 2004, abordou a temática. Um dado interessante é que as mulheres se preocupam mais com o tema do que os homens. Enquanto 60% delas tentam harmonizar a carreira e a família, somente 45% dos homens fazem um esforço nesse sentido.

Mais mulheres do que homens priorizam a família e decidem, se preciso for, abandonar a carreira em nome dos filhos. Alguém já disse que todos nós somos como um malabarista tentando equilibrar cinco bolinhas. Que bolinhas são essas? As cinco bolinhas são saúde, trabalho, família, amigos e alma. Todas as bolinhas são de vidro, exceto a do trabalho, que é de borracha. Essa podemos até deixar cair e recuperar, mas as outras, não.

A questão principal dessa tensão entre trabalho e família está na palavra “prioridade”. O que é prioridade? Para responder a essa pergunta, lembramos um pensamento de Goethe, que diz: “As coisas mais importantes nunca devem ficar à mercê das menos importantes”.

Marta e Maria viveram essa tensão no seu lar, em Betânia. Ao receberem Jesus, ambas queriam agradar a ele. Enquanto Marta desejava agradar-lhe com o trabalho, Maria escolheu desfrutar daquela presença piedosa, aos seus pés. Jesus afirmou que Maria tinha escolhido a melhor parte. Escolher estar ao lado de quem é precioso, como Jesus bem disse, é a melhor escolha. John Greenleaf Whittier, americano antiescravagista, escreveu: “Se pudéssemos recuar no tempo, daríamos toda a prioridade à nossa família e aos filhos. Seria um investimento incomparavelmente melhor”.

Recentemente, a imprensa noticiou que um importante empresário de uma empresa mundialmente conhecida deixou o cargo após receber de sua filha, de 10 anos, uma carta onde lamenta não ter a presença do pai nos momentos mais importantes da sua vida. Quantos de nós tomariam a mesma decisão?

Uma vez li uma história de um empresário muito famoso e rico que, nos últimos dias de sua vida, olhando para usa família e vendo-a arruinada, com filhos e netos entregues às drogas, vários casos de divórcio, disse: “Só agora, nos últimos dias de vida, é que chego a conclusão de que coloquei a escada da vida na parede errada”.

Todos os dias temos que planejar o nosso dia e nos esforçarmos. Ser intencional em relação ao tempo que dedicamos à nossa família para que, no final da mesma, não cheguemos a conclusão deste homem que colocou a escada da vida na parede errada.

Fonte: Gilson e Elizabete Bifano, em O Jornal Batista, de 19/10/2014.

\\AVISO// NOSSO BLOG ESTÁ HOSPEDADO EM UMA PLATAFORMA GRATUITA DO WORDPRESS. PORTANTO, EVENTUAL PROPAGANDA AQUI DIVULGADA NÃO TEM RELAÇÃO COM O MINISTÉRIO DE CASAIS IBI, NEM GERA LUCRO PARA ESTE. AGRADECEMOS SUA COMPREENSÃO.//

Anúncios

3 respostas em “PRIORIDADES

    • Olá Cícero, estávamos parados por motivo da minha licença maternidade, mas vamos retornar este mês.

  1. Artigo muito bom e relevante, abordando um assunto que atinge a maioria dos lares cristãos. Digo lares cristãos, porque as famílias estão degeneradas, e hoje é difícil encontrar fora do âmbito cristão, nucleos familiares com a presença de pai-mãe-filhos.
    Faz-se necessário orientar os pais, principalmente os mais jovens, para que mais tarde não venham a arrepender-se.

O que achou? Conta pra gente...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s